BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 27 de junho de 2009

36. Raiva (Friend or Foe?)

Acontece que por um bom tempo vivemos muitas emoções intensas juntos, mas até hoje não consigo te classificar como meu amigo ou inimigo.
Ao mesmo tempo em que você me prejudicou você me ajudou, me fez amadurecer. Acho que todos têm um pouco do céu e um pouco do inferno conosco. A vida é assim.
Eu te perdoo, no final de tudo. Não quero sentir raiva de ninguém, porque isso significa ter que reagir, combater um inimigo – e depois ter que aguentar consequências imprevisíveis, como vingança.
Eu quero que você seja livre, por isso não te prendo comigo, vá viver sua vida e eu viverei as minhas lembranças.

“But it’s too late to remind you how we were…”

15 Manifestações:

Luciana disse...

Lembrei de uma folha virada da minha vidinha...

Realmente, ficar com raiva significa ter de reagir ou no mínimo ficar na defensiva em relação a algo (ou alguém, no caso)... É gastar energias com o que não merece.

Mas uma dica: enquanto ele segue vivendo a vida dele, não siga vivendo as suas lembranças... Siga vivendo a sua vida e de vez em quando pensando nas lembranças.

^^

Ah, obrigada pelos parabéns! *-*


Ps: respondendo ao teu comment lá no "Revertido Silêncio", amor dói quando está crescendo, aquela dorzinha boa que dá de vez em quando, nos momentos em que pensamos "puxa, eu estou amando!". Não sei se esclareci xD


Beijo grande!

Pedro Antônio disse...

Graaande Daniel!

Vivi e estou vivendo uma situação semelhante. O bem e o mal. Acho que eles são amigos! (rsrsrsrsrs)

Abração.

Pedro Antônio

Daniel Braga disse...

HAha, pois é. A vida cria laços afetivos estranhos mesmo. Cabe a nós aceitarmos ou não.

~E eu sigo vivendo a minha vida sim, mas recordar é viver.. não podemos nos esquecer disso.

;)

Ademerson Novais disse...

Lindas palavras amigo...realmente tem momentos em nossas vidas que devemos tomar descisoes importantes...e como sempre vêem as consequencias...fazer as coisas que achamos certas parece muitas vezes ser dificil...requer coragem e algumas vezes erros...mais seguimos em frente amigo aprendendo todos os dias...


Ademerson Novais de Andrade

Jay e Alê disse...

Oi Daniel,
Quanto tempo não passo por aqui. Um pouco é falta de tempo, essas semanas foram corridas demais.
Eu concordo com vc acho que temos um pouco de tudo, os contrários se misturam em nós. Mas nunca é bom guardar raiva. Vale mais a pena cultivar as boas lembranças.
E essa semana um post no Ká Entre Nós será pra vc.
Gostamos muito de passar por aqui.
Bju nosso e boa semana.

Marcelo Novais disse...

e se eu disser q eu depois de ler esse post me deu vontade de copiar e mandar por depo pelo meu ex!
vc disse oq eu sempre quero dizer pra ele e naum consigo =/
PARABÉNS!
Você sempre arraza!
bjos!

helt disse...

Você colocou em palavras tudo o que eu tenho sentindo ultimamente.
Acho que de todos os seus posts, foi com esse que eu mais me identifiquei.

beeijo :*

Jay e Alê disse...

Hi Dear Daniel,
Deixei o post lá pra vc. algo bem simples mas de coração e com carinho de amigo.
Bju, espero que goste.
Jay

Marcelo Novais disse...

ahh Daniel não seja por isso
aew meu email. rsrsrs
marcelonovais-sohvip@hotmail.com
fuiiz!!!

pauloveras disse...

Oi Daniel... Essa mistura de sentimentos, essa ambivalência me lembrou a musica do Chico: "Que será"? BEm psicanalítico,
Abraços e bom resto de semana.

Faça a Diferença !!! disse...

Ai,

Valeu ficar com raiva nada vai adiantar.

Gostei do perdoar, é dificil porém é tudo.

Jay e Alê disse...

Daniel, pode ter certeza q de alguma forma vc já nos toca. E se um dia for tb com sua música isso vai ser maravilhoso.
Bju nosso e continue nos falando de coisas que nos mostra a vida assim como ela é. Cheia de todos os seus contrários.
Bju nosso

João disse...

"Eu tive o teu veneno e o sopro leve do luar", por Renato Russo.. pq as vezes os outros dizem as coisas melhor do q nós diriamos.

Marcelo Novais disse...

Uii
descobri uma outra parte boa em miim?
adoreiii
rsrsrs
akilo eH meu msn pessoal siim =D
Fuiiz!

Menino Poeta disse...

“vá viver sua vida e eu viverei as minhas lembranças”...

Não sei se diria isso a uma pessoa! Sabe, viver só de lembranças
Não é fácil, enquanto eu posso estar ao lado da pessoa querida.
Perdoar... Ah! Perdoar, não é fácil, mais as coisas mais gostosas de se viver são as complicadas, aquelas que eu preciso derramar lagrimas e lagrimas...
Belíssimo o seu post meu querido.