BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 13 de março de 2010

70. Carta ao Pai (From Son To Father)

Cadê você quando tudo deu errado?
Onde você estava quando eu precisei de conselhos?
Por quê me faz sentir-me tão solitário?
É algum teste? Ou é abandono?
De filho para pai eu digo que não te conheço, mas eu quero conhecer-te.
De filho para pai eu te suplico a verdade, você realmente me amou?
De filho para pai eu digo que estou destruído por dentro, mas estou esperançoso.
E de repente, meu celular tocou.
(Número Desconhecido)
- Alô. Quem fala?
- É o Pai, meu filho.
Você realmente estava lá por mim, me esperando após a tempestade para me abraçar.

"Keep the faith, keep your faith".

11 Manifestações:

D i c a disse...

Nem todos os pais sabem o momento de se afastar e deixar que o filho caminhe sozinho, às vezes é preciso.
Mas, eles sempre estão lá, quando a gente começa a procurar.





Dan, agora estou no Revelador de Segredos..
http://reveladordesegredos.blogspot.com/

EFS*** disse...

ah... prefiro não comentar! ¬¬'

Caio Lima disse...

o loooko

q bonito =)

nem sei direito o que falar aqui...
abraço Daniel
Fui

Daniel Braga disse...

HAha, obrigado pelos comentários, por mais que vocês não saibam o que falar, eu já agradeço por terem lido ;)


*DB*

Bruno disse...

Pais... a gente sempre tende a achar que eles não são presentes.
Meu pai por exemplo... é um péssimo pai, só comparece com dinheiro quando a gente pede, pois nunca pergunta se precisamos e o que estamos passando... em compensação ele é um excelente amigo.

(:

beijo, querido

Whiskley Lee disse...

Certo muitos pais se fazem presentes demais e outros simplesmente demonstram sua ausência. Eles nunca entendem os filhos, mas quando nós filhos vamos entender os pais?!
Nossa. Como eu queria que minha mãe visse esse seu post.
E o comentário da Dica aí em cima.
Ela precisa me deixar caminhar sozinho. EU PRECISO!!! '-'

Ausência Instável disse...

Não se deve duvidar de ninguém, e ainda mais quando achamos que as pessoas que amamos não está por perto.
Cedo ou Tarde,
A venda cai, e desacreditamos.

Abrir os olhos e acreditar faz parte de nós que tudo existe uma solução.

Acredite o que existe dentro de si;
Um beijão.

Daniel Braga disse...

Obrigado pelos comentários. Agradeço de todo o coração. Um dia, tenho certeza de que meus posts serão lidos por pessoas que terão uma diferença signicativa na vida delas, assim como as coisas que eu leio que me inspiram.

~Até a próxima.

*DB*

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Daniel
Cheguei ao seu blog através do Ausência Instável, gostei dos textos que li. Vou voltar.
Forte abraço

Guy Franco disse...

Ausência de pai não me faz falta. Talvez no bolso.

Paulo Braccini disse...

tenso e forte ... para comentar eu usaria a razão mas isto é totalmente incabível aqui ... só sentir ...

emoção pura

bjux

;-)