BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 14 de agosto de 2010

92. Arma Branca (We're Only Human)

O Amor é uma faca, uma arma branca que nós, meros humanos, insistimos em brincar sem nos dar conta dos riscos. E assim seguimos, abrindo feridas. Pois, inconscientemente, sabemos que o Tempo tem propriedades de Cura, mas ele deixa Cicatriz, essa chamada Saudade.

"Love, love, love just let me go... I hate you that I need you so!"

13 Manifestações:

dand disse...

Xiiii, cicatrizz... saudades... de quem? posso sabeeeer? ^^ Rss.

Caio Lima disse...

E eu conheço uma arma bem poderosa pra curar esses "cicatrizados": Amor Próprio!

simples assim ;)
bom fds

Juliana Sphynx disse...

Gosto de suas palavras
Bom final de semana
=D

Wanderley Elian Lima disse...

Realmente o tempo cura todas as feridas, mas as marcas são eternas.
Bjux

Daniel Braga disse...

HAha, por que as pessoas sempre associam meus posts de amor à pessoas? Queria entender.. não posso mais simplesmente falar de amor?
Adorei a solução do Caio Lima =)

~Obrigado à todos pelas palavras, até a próxima.

*DB*

Versos Meus disse...

Love hurts and sometimes it hurts so deep. However I shall say that a kind of love that hurts most is that worong one. A true love is a kind of care and sharing... a kind of feeling where no words could ever say what it really is. Love and time they make a perfect couple taking care of each other one hurt the other one cure, be aware of that. Do not separate love and time, never, one without the other dies.
big hug
Jay

Tudo Aconteceu Assim disse...

Realmente, você escreveu pouco mais o suficiente para entendermos que realmente adoramos brincar com fogo e mesmo quando nos queimamos teimamos em ousar desfia-lo novamente.

Abraços
Walter

Daniel Braga disse...

HAha, eu gosto de falar somente o necessário pra me fazer entender.

~Thank you, everyone, until the next post.

*DB*

Whiskley Lee disse...

H'm ... interessante. Concordo. Mas qual seria a graça da vida se não nos arriscássemos de vez em quando. Se for pra ser feliz no fim da estrada, me arrisco sim a amar e a lutar por esse amor. :)
Belo post.

• || Rai || • disse...

Acredito que o amor seja uma espada de dois gumes: pode te fazer sorrir e chorar, mesmo esse choro não sendo algo maléfico para a pessoa amada e sim algo maléfico para vc, que está sentindo na pele a dor da saudade.

Maurício Costa disse...

Sim, o amor é algo que poucos sabem usar!
=]

abraços!

Guu Fox disse...

Adorei e sei bem como eh sentir isso... seguindo vc... dah uma passada no meu...

Pedro Lohan disse...

E o amor é algo celestial. *-*