BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

domingo, 3 de outubro de 2010

98. Não Me Entenda Mal (By The Way)

Não sou sua vítima, sua ameaça ou sua rota de colisão...
Talvez não passe de uma desgraça, ou talvez seja o fogo da perdição...
Não sou seu santo, seu amigo ou sua luz na escuridão...
Mas quando estiver comigo te levarei pra diversão...

Eu sou aquilo que me der na telha...
E que assemelha ao que você bem entender...
Mas não me entenda mal. Pois não ficarei te esperando por muito tempo.


"Me fortaleço num abraço sincero".

6 Manifestações:

Paulo Braccini disse...

sim! toda espera tem seu limite ... o meu limiar é muito curto para isto ...

bjux

;-)

Whiskley Lee disse...

Ainda bem que já passei da fase de esperar. A minha paciência já se esgotou. Tudo tem um tempo, um limite.
Adorei ;***

Gisele Boltman disse...

Jaaaaay Vaquerrr ♥_♥!
(Eu sempre te denuncio! rs)

"Às vezes me sinto a peça, faltando em você
Às vezes me sinto a beça, você nem merece ter" ♪

Amo você, o Mau e o Jay! ^_^

Palavrácido disse...

Adoro ler seus escritos,
levam sinceridade junto deles,
são boas rotinas,
são bons pensamentos
do que nós somos, e do que
na maioria, dezemos fazer.
Grandes abraço nobre amigo

Dan

Fuskiinha disse...

Ooh,
Meninoo fogoso. shauhsa.
Brincaderas a parte.
Poético.
E sincero.
Adoro aqui.

Bjs.

Maurício Costa disse...

Vc não é akilo q não ker ser, vc só é o q eu kiser q seja, então, seja akilo q kiser...e deixe o resto comigo! [MC!]

grande abraço