BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 15 de janeiro de 2011

111. Rehab (No, no, no!)

Assim, não entendo o que se passa na cabeça das pessoas para mentir pras outras tão descaradamente. E mentiras que não fazem ganhar nada com elas, sabe? Pelo contrário, só tem a perder. Algo bonito como uma amizade, sendo estragada por algo medíocre. Não estou dizendo que eu NÃO CONTO MENTIRAS, longe disso. Mas tento fazer com que minhas mentiras sejam mentiras brancas. Em que ninguém se magoe ou seja feito de trouxa por elas.
Na minha humilde opinião, pessoas que mentem por mentir, achando que vão lucrar algo com essas mentiras deviam ir pra Rehab. Porque juro que na próxima vez que alguém vier me contar estórias, vou respirar fundo e dizer: "No, no, no!".

5 Manifestações:

Paulo Braccini disse...

NOT NOT NOT!!! não gosto mesmo ... a não ser uma mentirinha branca como vc disse ...

bjux

;-)

• || Rai || • disse...

NO NO NO nelas! Afinal, do que adianta ser amigo, se não pode contar a verdade??
Dan, te indiquei entre os 15 blogs com o selo do Projeto Creativité, tá? Depois passa lá no meu blog para pegá-lo ^^

Beijão!

Daniel disse...

Na verdade querido amigo,
acho que quem mente por mentir
não tem o que fazer,
ou melhor , não tem história
para contar. É vazio de si mesmo.
E precisa encontrar nos outros,
a razão para continuar aqui.
Adoro seus posts.
Te adoro

Dan

inconstanteblog disse...

Acho ótimo desmentir alguém ao vivo. Tá contando a maior mentira e vc sabe? Que tal usar algumas perguntas chaves para acabar com o outro?

Vingativo? Às vezes é necessário... Mas eu prefiro ser encarado como defensor da verdade hahahahahaha.

Ps: mentiras brancas são super válidas!

=D

Júlio César Vanelis disse...

Essas pessoas existem, e temos que prender a conviver com elas. Como assim? Fazendo com que suas mentiras não tenham efeito. O fato é que uma hora outra essas pessoas acabam perdendo o crédito, sabe? O melhor que você tem a fazer é ignorar a mentira e seguir o caminho correto.
Quanto a mentiras brancas, concordo em utiliza-las. Acho até que em alguns casos elas são necessárias (não é?)

Um beijo Daniel... Até o próximo post