BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 14 de abril de 2012

172. Ressaca do Amor (Hangover)

Ressaca do amor é você descobrir que nadou, nadou, nadou e acabou morrendo afogado.
É descobrir que não importa aquilo que você faça, as coisas simplesmente não voltarão a ser o que eram antes.
É entender que o mundo pode estar conspirando para lhe trazer algo melhor, ou não.
É sentir aquele aperto no coração toda vez que imaginar seu sorriso quando ainda estávamos juntos.
É perder-se em pensamentos quando você passa por aquele bairro no Rio de Janeiro, em frente ao restaurante onde trocaram alianças numa bela noite que não voltará mais.

"Só não se esqueça que eu lutei mesmo sem forças, que eu sorri mesmo sem motivo e que eu te amei, mesmo quando você não me amou de volta..."

3 Manifestações:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

pelo menos fica este consolo né? fazer o que?

FOXX disse...

o começo, os dois primeiros parágrafos tem tudo a ver comigo.

Júlio César Vanelis disse...

Lindo o texto, lindo... Me identifiquei muito... Parece que você fez um texto sobre o que eu estava passando há mais ou menos um mês atrás. Sorte que a inha ressaca já passou, espero que a sua passe logo também.

Um abraço, Daniel... Até o próximo