BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

domingo, 29 de maio de 2011

130. Deitar Para Sempre (Lay Here Forever)

Neste momento eu beijo o chão. O tombo foi grande. É como dizem por aí: "Quanto mais alto você vai, mais dura é a queda". A vida mais um vez me fez cair. Cair em mim, talvez.
Aproveito que caí e fico deitado no chão. Pois assim, a perspectiva do mundo é diferente, mais unilateral.
Mas quanto mais eu caio, mais difícil é de enxergar que dessa vez tudo pode ser diferente. Que dessa vez eu serei capaz de rir face à derrota.
Eu só quero me deitar para sempre... Pois se eu estiver deitado não poderei cair mais.
Esse é meu pensamento. Minha nova filosofia.
Talvez eu esteja sendo muito radical. Mas deitar para sempre tem suas vantagens.

"Cause if I don't lay here now, someday I will somehow..."

6 Manifestações:

FOXX disse...

posso estender a mão e te ajudar a se levantar? não precisa ser agora, qndo vc estiver pronto, vou esperar, a mão estará estendida o tempo que for necessário para que vc consiga segura-la.

CIELLO disse...

só se aprende a caminhar... caminhando. Cair faz parte deste aprendizado e machuca mas, cura-se com o tempo. Ficar deitado e analisar novas perspectivas também faz parte das escolhas ao levantar, caminhar e seguir...

Bjo e se precisar, como disse Foxx, dá-me a mão a levantar.

Ciello

Gui disse...

E não é preciso estar deitado para se levantar? Espere o seu tempo.

Tenho certeza que uma hora você vai se incomodar com o frio do chão e querer ir pra um lugar mais quente - a vida.

Beijo enorme

Paulo Braccini disse...

isto é só o momento ... sempre levantamos e levantaremos com a possibilidade de novas quedas ... a vida é assim ...

bjão querido

Vinicius.C disse...

Olá meu grande amigo Daniel!!!

Venho deixar um forte abraço meu amigo!

QUE VC TENHA UMA ÓTIMA SEMANA!

ABRAÇOS!

TE ESPERO NO ALMA!

inconstanteblog disse...

Talvez o que seja ruim é a idealização de que sempre estaremos no alto. Que nunca cairemos.

Hoje li no facebook de um amigo que ele não quer maiores sentimentos. Quanto menor o voo, menor a queda.

PEnso eu que qto menor o vôo, menor a visão, menor a viagem, menor o prazer. Quem voa baixo, não chega à Paris rs.

Caiamos e contemos com o tempo. Caiamos, mas saibamos que vivemos em ondas e que, qdo la em baixo, teremos o prazer de subir de novo ;)

Um xêro!