BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 22 de outubro de 2011

150. A Luz (The Light)

...E foi quando eu me vi despedaçando o momento em que eu descobri que existe uma luz que conserta e junta os pedaços quebrados. Deitado sobre as cinzas das flores que um dia eu cultivei, a mesma Luz que me cegava os olhos me curava as feridas.
Mas, dentre todas as coisas que a luz me proporcionou, a melhor foi o sentimento, a sensação indescritível de simplesmente ser.
Agora, já não tenho mais medo de caminhar em direção à luz, mesmo com toda cegueira, eu fico tranquilo, pois sei de suas reais intenções...

"So I'll follow you into the light..."

10 Manifestações:

Vinicius. C disse...

Hei Daniel bom dia!!

Sempre muito bom vir aqui. Tenha um ótimo dia meu amigo abraços!!

FOXX disse...

seu lirismo é mesmo, sempre, encantador

Paulo Braccini - Bratz disse...

o SER é o q verdadeiramente importa na vida ...

bjão

Arthur Alter L. disse...

Dear Daniel,

É claro que se vc estiver em Bh no dia 15 ou antes as gente pode se encontrar, será um grande prazer.
Então, eu viajo pra um Congresso da faculdade no dia 15 a noite, mas antes e durante todo o dia estarei em BH. Me add no msn e a gente combina um jeito de se encontrar. It will be wonderful!
Keep on wlaking into the light and be you always.

I like to stop by here. Big hug!

Arthur Alter L. disse...

PS. I forgot to give you my msn (arthur-alliver@hotmail.com)
There you go! Rsrsrs I hope to talk to u soon.

railer disse...

luz, energia, força... tudo a ver.
belas palavras.

abraços,
raileronline

Vinicius. C disse...

Fala garoto!!

Venho deixar meu abraço e desejar um ótimo inicio de semana!

Espero por vc no Alma!

Paulo Braccini - Bratz disse...

claro q vamos nos encontrar né? é só fazer contato mais na época para marcarmos ... bjão

S.A.M disse...

Como já disseram, o que importa é 'ser'.

A cegueira - ou parte - dela sempre nos acompanharão, e nós precisaremos é nunca deixar nos dominar por ela. Para isso nos mantemos sempre próximos a luz.

Abração! ^^

Lobo disse...

Mas que andar as cegas dá um cadinho de agonia, dá :p

Beijo!